Padre é suspeito de atropelar homem e fugir sem prestar socorro após furto em igreja

 O homem atropelado precisou ser internado na Santa Casa do município por causa da gravidade do seu estado de saúde.

Um suspeito de furtar uma igreja Católica foi atropelado por um carro, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), na noite de sábado (7). Segundo a polícia, o veículo pertence à paróquia e o motorista é um padre, que fugiu do local sem prestar socorro. O homem atropelado precisou ser internado na Santa Casa do município por causa da gravidade do seu estado de saúde.

O atropelamento aconteceu por volta de 20h45, na avenida Tiradentes, e foi flagrado por uma câmera de segurança.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o carro atinge o homem, que é arremessado, aparentemente, para dentro de um imóvel.

No vídeo, após o atropelamento, o motorista dá marcha à ré, manobra no asfalto e vai embora. As imagens também mostram que a frente do veículo chegou a ficar danificada.

O padre Júlio Lancellotti, conhecido por ações para ajudar pessoas em situação de rua na capital paulista, criticou a atitude do religioso no interior de SP.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Além de tentativa de homicídio, o responsável pelo atropelamento pode responder por omissão de socorro.

O suspeito teve a prisão em flagrante por furto decretada, mas seguia internado até a manhã desta segunda-feira (9). Ele entrou na igreja após arrombar a janela e fugiu levando da casa paroquial três moletons e uma camiseta. No momento da abordagem, o suspeito ainda estava com peças de roupas levadas da paróquia.

Já o padre, suspeito do atropelamento, não foi encontrado para prestar esclarecimentos. O g1 entrou em contato com a diocese de Ourinhos, responsável pela paróquia de Santa Cruz do Rio Pardo, mas não teve retorno até a última atualização desta reportagem.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.