Morto no Pará, jovem de 20 anos com aparência de criança tinha cinco passagens pela polícia

 A vítima, José Roberto Gomes Alves, era um morador de rua e chamava a atenção pela aparência de criança.

O jovem de 20 anos executado a tiros por dois homens que estavam em uma moto no município de Castanhal, no nordeste do Pará, na madrugada da quarta-feira (4), tinha ao menos cinco passagens policiais, a maioria por roubo e furto.

A vítima, José Roberto Gomes Alves, era um morador de rua e chamava a atenção pela aparência de criança. Na verdade, ele já era um adulto de 20 anos. De acordo com a Polícia Civil, José atendia pelo apelido de Molequinho.

Os suspeitos conseguiram fugir após a execução do jovem. Nenhum pertence foi levado, o que confere ao crime sinais de execução. A Polícia Civil não informou o nome do transtorno de crescimento que a vítima possuía.

Até a publicação desta reportagem, nenhum dos suspeitos havia sido identificado ou preso. O caso é investigado pela Polícia Civil de Castanhal, que não descarta nenhuma linha de investigação até o momento.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.