Bebê morre ao ser arremessada da janela de casa pelo pai, no interior de Minas Gerais

 Isabel de Aguilar Loesch caiu de uma altura de 5 metros e morreu na UPA da cidade; pai confessou o crime e foi preso.

Uma bebê de apenas 57 dias morreu após ser arremessada da janela de casa pelo pai, de 26 anos, no bairro Tajaras, em Teófilo Otoni, na região leste de Minas Gerais. Isabel de Aguilar Loesch caiu de uma altura de aproximadamente 5 metros. O crime ocorreu na noite de sábado (28), por volta das 19h50.

De acordo com a Polícia Militar, populares informaram que, antes do ocorrido, escutaram gritos do casal no apartamento em que a mãe residia com a criança. A bebê foi socorrida por moradores e encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade. Ela morreu ao chegar ao local.

Aos militares, a mãe, de 36 anos, informou que não convive com o pai da criança e que ele frequentava a residência somente para ver a bebê. Ela disse ainda que, no momento da discussão, estava fazendo arroz-doce e, depois de ir olhar a panela no fogão, voltou e viu a menina caída na rua.

A avó da menina relatou aos militares um histórico de desentendimento do casal. Segundo ela, o pai teria agredido a mãe durante a gravidez com socos na barriga. Disse ainda que eram constantes as brigas entre os dois.

O pai da criança fugiu logo depois de arremessar a bebê. A Polícia Militar foi acionada e iniciou os trabalhos de busca na região.

Durante as buscas, o pai ligou para um dos policiais envolvidos no trabalho e disse que estava arrependido do que fez. Ele afirmou ainda que iria se entregar e combinou de se encontrar com o militar em determinado local. As viaturas foram ao endereço combinado, onde foi feita a prisão em flagrante.

A ocorrência foi registrada na Segunda Delegacia de Teófilo Otoni.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.