RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Julgamento de médicos acusados de negligência na morte da menina Naielly é adiado novamente e remarcado para junho

 O julgamento deverá ocorrer no dia 02 de junho de 2022, às 20h, de forma presencial.

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) adiou novamente o julgamento dos médicos acusados de negligência hospitalar que resultou na morte da menina Naielly, de dois anos, no ano de 2017. O julgamento deverá ocorrer no dia 02 de junho de 2022, às 20h, de forma presencial.

O CRM-PB julgaria o Processo Ético Profissional (PEP) nº 27/2017, em sessão virtual na noite desta quarta-feira (27). Não há informações da causa do adiamento.

 compartilhada nas redes sociais na época, os médicos insistiram que a menina tinha apenas alergia e mandaram ela de volta para casa diversas vezes.

 Em seguida a criança chegou em estado crítico ao hospital em João Pessoa e foram feitos exames que detectaram uma pneumonia aguda.

Naielly estava com o pulmão esquerdo comprometido e teve uma infecção no sangue. A mãe, Stephany, relata que nenhum médico aparecia no quarto da menina no hospital e ela tinha desmaios frequentes. A enfermeira dizia que ela estava enganada e que a criança só estava cansada.

Naielly teve um piora em 24h e foi levada à UTI. Teve várias paradas cardiorrespiratórias, os rins pararam e ela foi submetida à hemodiálise, cirurgias e morreu no dia 11 de abril de 2017.

Em 2017, a Promotoria dos Direitos do Consumidor do Ministério Público da Paraíba chegou a instaurar um inquérito civil, por se tratar de uma situação que envolveu um hospital particular, sendo, portanto, uma relação de consumo.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.