Petrobras poderia "ter esperado um dia" para anunciar reajuste, lamenta Bolsonaro

 Chefe do Executivo agradeceu nesta sexta-feira (11) ao Senado e ao Congresso pela aprovação da mudança na cobrança de ICMS de combustíveis.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) agradeceu nesta sexta-feira (11/03) ao Senado e ao Congresso pela aprovação da mudança na cobrança de ICMS de combustíveis. Em discurso durante evento de lançamento do Plano Nacional de Fertilizantes, o chefe do Executivo lamentou o reajuste anunciado ontem pela Petrobras e disse que a estatal poderia ter “esperado um dia” para anunciar o aumentos dos valores dos combustíveis.

Bolsonaro relatou ainda que, com a aprovação do projeto, houve uma redução de R$ 0,60 no preço final da gasolina para o consumidor.

“Quero cumprimentar ao Senado e à Câmara pela aprovação dos projetos que visam, na prática, suavizar o aumento no óleo diesel no dia de ontem. No final das contas, o governo entra com aproximadamente R$ 0,30, os governadores entram com R$ 0,30 e o contribuinte fica com outros R$ 0,30. Logo mais, estarei sancionado este projeto e o reajuste anunciado pela Petrobras anunciado ontem, em vigor hoje, em vez de R$ 0,90, passa para R$ 0,30 na bomba”, apontou.

“Eu lamento apenas a Petrobras não ter esperado um dia a mais para anunciar esse reajuste. Mas parabéns à Câmara, ao Senado e aos nossos ministros que trabalharam nesse projeto”, completou.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.