Justiça da Paraíba condena corretor de imóveis a 16 anos de prisão por morte de taxista durante briga de trânsito em João Pessoa

 A sentença foi lida na noite desta quarta-feira (23), pela juíza Aylza Fabiana.

A Justiça da Paraíba condenou o corretor de imóveis, Gustavo Teixeira Correia, acusado de matar o taxista Paulo Damião, a 16 anos de prisão. A sentença foi lida na noite desta quarta-feira (23), pela juíza Aylza Fabiana Borges Carrilho.

Gustavo foi condenado a 14 anos pelo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e sem possibilidade de defesa da vítima, somados 2 anos do porte ilegal de arma. O corretor irá cumprir pena em regime fechado. 

A juíza deixou registrado descontentamento com a defesa, que insinuou parcialidade da Justiça. A magistrada disse que o debate da defesa foi "no mínimo deselegante".

A advogada de defesa, Érika Bruna, afirmou que deve recorrer da decisão. E

Já o advogado de acusação, Getúlio Souza, disse que esperava uma sentença maior, porém tem a sensação de justiça, mesmo analisando que a sentença foi baixa.

Durante o júri popular, Gustavo Teixeira Correia chegou a mencionar que atirou porquepensou que a vítima fosse pegar uma arma ao se movimentar dentro do carro.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.