RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Mulher é presa após incendiar cinto em voo de Guarulhos para Juazeiro

 Passageira usou um isqueiro e também incendiou o próprio cabelo. Ela agrediu tripulantes e só foi contida com a ajuda de outros passageiros.

Um incidente considerado grave foi registrado na madrugada desta terça-feira (22) a bordo de um voo da Gol.

Um mulher que viajava de Guarulhos, São Paulo, para Juazeiro do Norte, Ceará, foi presa em flagrante pela Polícia Federal após atear fogo no próprio cabelo e no cinto de segurança de sua poltrona. 

A acusada utilizou um isqueiro para provocar o incêndio e precisou ser contida por comissários e até por passageiros. A Polícia Federal não divulgou a identidade da mulher, que foi indiciada pelo crime de atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo. O crime previsto no  artigo 261 do Código Penal Brasileiro indica reclusão de dois a cinco anos. Ela está à disposição da Justiça.

De acordo com a PF, a mulher é natural do município de Brejo Santo, no interior do Ceará, e trabalha como babá em São Paulo.

O voo 1562, da Gol deveria sair de Guarulhos às 23h55, mas partiu com um pequeno atraso, à 00h12. A rota até Juazeiro do Norte, foi cumprida pelo Boeing 737-800 de registro PR-GXL, há 8 anos em operação. O pouso em Juazeiro foi às 02h49. 

A Agência Nacional de Aviação Civil diz que o operador aéreo deve garantir o controle de passageiro indisciplinado. Entre as diretrizes da ANAC, está o desembarque do passageiro indisciplinado no aeroporto mais apropriado, em função da avaliação realizada pelo comandante, levando-se em consideração o risco à segurança do voo.

Se necessário, a fim de garantir o cumprimento das ações, o operador aéreo deve acionar o setor de segurança do aeródromo e a Polícia Federal ou, na sua ausência, o órgão de segurança pública responsável pelas atividades de polícia no aeródromo.

Nos Estados Unidos, a Administração Federal de Aviação (FAA) vem trabalhando na emissão de uma lista com o nome dos passageiros indisciplinados, numa tentativa de controlar o embarque dessas pessoas em futuros voos. A maior parte das ocorrências são relacionadas ao uso de máscara. Foram 5.981 ocorrências de mau comportamento a bordo ou nos aeroportos, registradas pelo FAA em 2021. Desse total, 1.105 foram consideradas ocorrências graves. 

A FAA compartilhará informações de passageiros que enfrentam multas por comportamento indisciplinado com a Admnistração de Segurança no Transporte (TSA). Uma das estratégias adotadas pelo FAA foi o programa Tolerância Zero, que incluiu aumento considerável para os valores das multas aplicadas ao passageiros indisciplinados. 

Sobre o incidente, a Gol emitiu a seguinte nota de esclarecimento:

Em relação ao incidente citado a bordo do voo 1562 GRU-JDO, entre Guarulhos (GRU) e Juazeiro do Norte (JDO), realizado na madrugada de terça-feira (22/02), a GOL informa que a cliente foi contida pelos comissários, a Polícia Federal foi acionada para acompanhar o desembarque e seguiu para a delegacia juntamente com o comandante do voo e a comissária agredida. Todas as ações e procedimentos adotados pela Companhia foram tomados com foco na Segurança dos comissários e Clientes. 

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.