RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Motoristas de ônibus paralisam atividades em João Pessoa contra retirada de vale alimentação e pedem reajuste salarial

 Segundo a categoria, o protesto é pacífico e deverá durar cerca de duas horas.

Os motoristas dos ônibus de João Pessoa paralisam na manhã desta quinta-feira (3), as atividades como forma de protesto contra a retirada do vale alimentação e pede o reajuste salarial. O protesto acontece em frente a garagem da empresa Transacional localizada no bairro José Américo. 

A categoria pede a reposição das perdas salariais que aconteceram durante a pandemia.

A Semob-JP não foi notificada em nenhum momento e lamenta os transtornos à população, mas buscará intermediar soluções entre as partes, para que o essencial serviço de transporte coletivo volte a funcionar normalmente o mais rápido possível.

Segundo a categoria, o protesto é pacífico e deverá durar cerca de duas horas. Cerca de 100 veículos não foram retirados da garagem para circulação nesta manhã. 

O Sindicato dos Motoristas afirmou que desde o ano passado motoristas vem sofrendo cortes, como comissão reduzida, que saiu de R$ 500 para em torno de R$80, e redução também no vale alimentação, que antes era R$ 600 e hoje é R$ 400.

Os representantes das empresas ofereceram reajuste de 4% no salário e acréscimo de R$ 50,00 no vale-alimentação, que foi negado pela categoria

O ClickPB apurou que poucos ônibus circulam nas primeiras horas da manhã pelas ruas da cidade.

A Superintendência de Mobilidade Urbana emitiu uma nota ressaltando que a paralisação realizada pelos motoristas é exclusivamente trabalhista, sendo conflitos e reivindicações entre os motoristas empregados e seus empregadores.

Confira a nota na íntegra

Sobre a paralisação do transporte público em frente a duas empresas de ônibus, George Morais, superintendente de mobilidade da Capital, ressalta que a pauta é exclusivamente trabalhista, sendo conflitos e reivindicações entre os motoristas empregados e seus empregadores. 

A Semob-JP não foi notificada em nenhum momento sobre o assunto e lamenta os transtornos à população, mas buscará intermediar soluções entre as partes, para que o essencial serviço de transporte coletivo volte a funcionar normalmente o mais rápido possível.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.