RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Consumo excessivo de medicamentos pode levar a doenças renais, alerta médica; Paulinha Abelha fazia uso de remédios



 De acordo com a equipe médica, que acompanhou a artista, o consumo de ‘substâncias de cunho estético' pode ter causado lesão renal.

O abuso do consumo de medicamentos pode trazer prejuízos à saúde, acarretando o surgimento de doenças renais. O alerta é da nefrologista Cecília Pegado, em conversa com o ClickPB. O tema volta ao destaque nos noticiários com a morte da vocalista da Calcinha Preta, Paulinha Abelha. De acordo com a equipe médica, que acompanhou a artista, o consumo de ‘substâncias de cunho estético' pode ter causado lesão renal.

No entanto, a origem do que acarretou o problema de saúde da artista ainda é investigada. Porém, a cantora fazia uso de remédios para emagrecer. Os médicos que atenderam a cantora, chegaram a informar que o uso de diuréticos, de forma abusiva, poderia 'levar a lesão renal de caráter crônico'. Por não responder ao tratamento dado, os profissionais chegaram a frisar que o desafio era manter a artista viva.

Sobre o uso de medicamentos, a médica Cecília Pegado explicou, de forma geral, que o consumo excessivo de medicamentos pode trazer vários problemas renais. “Algumas medicações são nefrotóxicas. A gente chama a situação de insuficiência renal aguda por nefrotoxicidade”, comentou, destacando que no caso da cantora, isso pode ser uma “possibilidade” , mas lembrou que “existe um leque de possibilidades” que acarretou a lesão renal na cantora.

Ainda de acordo com a nefrologista, há doenças que em poucos dias leva a insuficiência renal e ressaltou que o uso de drogas, de medicamentos do tipo antibobióticos, por exemplo, “são nefrotóxicos”. Pontuou ainda, em conversa com o ClickPB que “algumas bactérias podem causar a doença renal” e citou ainda o vírus da hepatite C. 

No entanto, não se sabe se Paulinha Abelha tinha problemas renais crônicos. Porém, de acordo com a médica, o que chama a atenção é a evolução rápida como se deu no caso da cantora. “Mas normalmente os problemas crônicos não cursam de maneira tão abrupta no caso que foi o dela”, comentou. 

Paulinha Abelha

A vocalista da banda Calcinha Preta, Paulinha Abelha, como era conhecida, morreu na noite de ontem (24) aos 43 anos de idadade após dias internada em um hospital em Aracaju, capital de Sergipe. O quadro clínico da cantora se agravou nos últimos dias. A vocalista foi internada após sentir dores, logo depois de ter chegado em Aracaju de uma turnê com a banda, em São Paulo, no dia 11 de fevereiro. O caso evoluiu e em poucos dias ela ficou em coma profundo.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.