Moro tem encontro com Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF

 O ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro procura um candidato ao governo do estado, onde o Podemos mantém aliança com o governador Cláudio Castro (PL).

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) — Pré-candidato à Presidência pelo Podemos, o ex-juiz Sergio Moro se encontrou, nesta segunda-feira (10), com o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa.

A pedido do próprio Moro, o encontro aconteceu no apartamento de Barbosa, no Rio. O ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro procura um candidato ao governo do estado, onde o Podemos mantém aliança com o governador Cláudio Castro (PL).

Barbosa é mencionado por aliados de Moro como um nome que poderia ocupar esse papel. Mas a ideia não foi discutida com o comando do Podemos do Rio, que não foi informado do encontro.

A reunião integra a ofensiva do ex-juiz Moro diante da sua candidatura ao Palácio do Planalto.

Apesar da conversa, Barbosa sinalizou anteriormente resistência a uma aproximação política. Em 2018, chegou a ser cotado para ser candidato à Presidência da República pelo PSB, que atualmente negocia uma chapa com Lula (PT).

Barbosa comandou o STF no julgamento do mensalão, que levou à condenação de dirigentes petistas pelo esquema no governo Lula.

No ano passado, ele quebrou um silêncio de quatro anos sem dar entrevistas para falar com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, sobre a possibilidade de adoção do semipresidencialismo no Brasil.

Ele disse na ocasião acreditar que mudar o regime de governo para combater crises é uma "aventura" e que os paralelos feitos com o sistema francês não fazem sentido no Brasil.

Na semana passada, Moro fez um tour na Paraíba, iniciando um périplo pelos estados brasileiros com o objetivo de articular palanques e buscar aliados para a sua campanha neste ano.

Moro teve no seu entorno um grupo de parlamentares que se elegeu para Câmara dos Deputados e Senado em 2018 na onda bolsonarista, mas romperam ou se afastaram o presidente Jair Bolsonaro (PL) ao longo da atual legislatura.

A expectativa do ex-juiz é visitar outros estados do Nordeste nos próximos meses com o objetivo de ganhar musculatura em uma região onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem grande capilaridade e o presidente Jair Bolsonaro tem alta rejeição.

Apesar das investidas na região, Moro enfrenta dificuldades para firmar palanques competitivos no Nordeste.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.