Sérgio Reis inicia tratamento contra câncer de próstata

 Ícone da música sertaneja, de 81 anos, está confiante na cura.

Nesta quarta-feira (22), Sérgio Reis começa a radioterapia para combater dois tumores na próstata. Serão 20 sessões realizadas em um hospital de São Paulo.

“Dois meses após o fim dessa etapa, será feito o exame de PSA (que detecta alterações nas células da próstata) e, caso seja necessário, ele fará hormonioterapia”, explica Ângela Márcia, mulher do cantor, em conversa com o Terra.

Na semana passada, o artista foi submetido às ‘marcações’, um procedimento preparatório para delimitar a área que vai receber as aplicações de radiação contra os tumores.

“O médico optou por não fazer uma cirurgia porque os tumores estão em locais perigosos. Como o Sérgio tem comorbidades – diabético, hipertenso, cardiopata – e está com 81 anos, decidiu não arriscar”, explica Ângela. “Em nome de Jesus, logo, logo ele estará bem.”

Confiança na cura não falta. Sérgio Reis sempre teve fé inabalável. Carrega em seu chapéu um broche de Nossa Senhora Aparecida. “Ela é a padroeira dos peões, e eu sou um peão”, disse em várias entrevistas.

O repertório do cantor, com estilos musicais das diversas regiões do Brasil, tem várias canções sobre a crença na força divina, como ‘Romaria’, ‘Lá no Altar de Aparecida’ e ‘Fã de Jesus’.

Como ator, ele participou de alguns sucessos da teledramaturgia: ‘Paraíso’ e ‘O Rei do Gado’, na Globo, ‘Pantanal’ e ‘Ana Raio e Zé Trovão’, na TV Manchete, e ‘Bicho do Mato’, na Record TV. Há expectativa de que ele apareça no remake de ‘Pantanal’, que estreia em março na Globo.

O cantor em São José do Rio Preto (SP), antes da pandemia (Foto: Reprodução)

Conhecido pelo carisma e bom humor, Sérgio Reis foi alvo de uma onda de hostilidade na internet, meses atrás, por conta de seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro e críticas ao STF. Abalado, o artista se recolheu. Agora, cercado de familiares e com o apoio de amigos, enfrenta a batalha por sua saúde.

Para se prevenir e garantir a chance de cura, todo homem a partir de 45 anos deve procurar um urologista para realizar o exame de toque retal e, se indicado, fazer o PSA (Antígeno Prostático Específico).

Por conta do machismo na sociedade, muitos brasileiros ainda sentem vergonha de ir ao médico e só chegam ao consultório quando os sintomas estão avançados. Quanto mais cedo o câncer for diagnosticado, mais fácil será derrotar o tumor.

Ao revelar publicamente o câncer de próstata, Sérgio Reis presta um serviço social por lançar o alerta sobre a importância dos cuidados com a saúde masculina.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.