Ministério Público investiga compras 'fictícias' no valor de R$ 100 mil pela Prefeitura de Gado Bravo

 De acordo com denúncia recebida pelo Ministério Público, a prefeitura teria gastado R$ 100 mil em compras 'fictícias' de compra de peças de veículos.

O Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) instaurou abertura de inquérito civil para investigar supostas irregularidades na compra de peças de veículos pela Prefeitura de Gado Bravo. De acordo com denúncia recebida pelo Ministério Público, a prefeitura teria gastado R$ 100 mil em compras 'fictícias'.  A portaria de instauração do inquérito civil foi publicada na edição desta segunda-feira (06) do Diário Oficial do Ministério Público.

A promotora de Justiça de Umbuzeiro, Sandremary Veira de Melo Agra Duarte, determinou prazo de 15 dias para que a Prefeitura de Gado Bravo encaminhe documentos que comprovem o cumprimento do contrato que tinha como objeto o fornecimento parcelado de peças e acessórios destinados à manutenção da frota de veículos do município. Dentre os documentos que deverão ser encaminhados pela prefeitura estão fotografias e notas fiscais.

De acordo com o texto da portaria, que o ClickPB teve acesso, a denúncia sobre possíveis irregularidades nas compras foi feita de forma anônima para a Ouvidoria do Ministério Público.

O ClickPB disponibiliza o endereço de e-mail redacao@clickpb.com.br para receber posicionamento dos envolvidos sobre o assunto.


Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.