Governador da Paraíba destaca ações em favor das polícias e reforça reunião sobre salário em janeiro: “alguns estão tentando confundir a opinião pública”

 João Azevêdo lembrou das seis mil promoções na segurança pública e também a implantação da Polícia Penal.

O governador da Paraíba João Azevêdo (Cidadania) destacou, nesta quarta-feira (29), as ações já realizadas em favor das polícias e reforçou que a reunião com a categoria para discutir sobre salário e bolsas acontecerá dia 04 de janeiro de 2022. O chefe do Executivo informou ainda que “alguns estão tentando confundir a opinião pública” ao falar sobre lei de proteção aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

“Podem ficar tranquilos tanto população quanto homens e mulheres que fazem a segurança porque continuarão sendo tratados com respeito que o governo sempre tratou”, respondeu ao ser questionado sobre movimento de protesto da categoria. No entanto, o governador lembrou de ações já realizadas para os policiais no Estado.

De acordo com João Azevêdo, o governo já promoveu mais de 6 mil policiais. “Nós demos autonomia administrativa e financeira a Polícia Civil. Nós implantamos a Polícia Penal que não existia na Paraíba. Nós implantamos plano de cargos e salários para os agentes penitenciários hoje polícia penal. Nós estamos fazendo investimentos que ultrapassam R$ 100 milhões na infraestrutura para que os homens e mulheres da segurança possam trabalhar com tranquilidade”, comentou.

A reunião com a categoria segue confirmada para dia 04 de janeiro para tratar pauta específica do salário. “Nós sentaremos para tratar da pauta específica que é a questão de salário, que nesse momento, obviamente, pela ação de alguns, tentando confundir a opinião pública até o próprio sistema de segurança de que essa pauta deveria ter sido tratada dentro da lei de proteção social”, frisou.

De acordo com o governador são coisas diferentes: lei de proteção social, lei de aumento e lei de promoções. “Cada coisa dessa será tratada devidamente com respeito que merece toda categoria porque eu fui o governador que recebi aqui as 15 associações que representam o segmento e nunca aconteceu isso”, afirmou. 

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.