Bolsonaro diz a integrantes do governo que escolheu ex-secretário de Guedes para assumir AGU

 Bianco foi recém nomeado secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Previdência.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou a integrantes do governo que escolheu Bruno Bianco para assumir a AGU (Advocacia-Geral da União) na vaga de André Mendonça, que foi indicado para o STF (Supremo Tribunal Federal).

Bianco foi recém nomeado secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Previdência. Antes, ele foi secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, sob a chefia de Paulo Guedes, e participou da elaboração da reforma da Previdência, aprovada pelo Congresso em 2019.

Ele é servidor de carreira da AGU. Mestre em Direito pela Universidade de Marília (Unimar), Bianco também atuou como assessor especial da Casa Civil durante o governo Michel Temer (MDB).

Sob Bolsonaro, a Advocacia-Geral da União já teve duas trocas: André Mendonça deu lugar a José Levi, mas retornou para a mesma posição num rearranjo ministerial posterior.

Para ser confirmado no STF, Mendonça ainda precisa do aval do Senado. No entanto, ele enfrenta resistência entre senadores, principalmente por seu histórico como ministro da Justiça de Bolsonaro.

À frente do ministério, Mendonça recorreu à LSN (Lei de Segurança Nacional) para investigar críticos do presidente.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.