Denúncias de violência doméstica à gestante são registradas na Grande João Pessoa

 Pelo menos duas mulheres grávidas foram vítimas de agressões que partiram dos próprios companheiros na quarta-feira (7), na Grande João Pessoa. Ambos os casos ocorreram no fim da tarde, um deles em Cabedelo, e outro no bairro Mangabeira, na capital.

No caso de Cabedelo, o responsável pelas agressões, um estudante de direito de 22 anos, foi preso. Ele é acusado de agredir a companheira, também de 22 anos, que chegou a necessitar de atendimento hospitalar no Hospital de Trauma de João Pessoa.

Um detalhe importante é que o homem já faz uso de tornozeleira eletrônica por envolvimentos em crimes enquadrados na Lei Maria da Penha.

Já no caso de Mangabeira, a vítima tem 19 anos e o companheiro 21 anos. Tudo começou com uma discussão e ameaças verbais, até que o acusado começou a jogar as roupas da jovem pela janela do apartamento, quando testemunhas acionaram a polícia.

Ao chegarem no local, os agentes se depararam com o suspeito ameaçando a mulher com uma faca e precisaram proferir disparos com arma de fogo, no sentido de interromper as ameaças.

Ele foi atingido na perna e está em custódia da polícia no Hospital de Trauma.

Por Paraíba Online

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.