Sancel
2.2.21

Número de transplantes de órgãos em janeiro de 2021 triplica em relação ao mesmo período do ano passado na Paraíba

 As doações se concentraram em duas grandes cidades paraibanas – foram seis doadores na capital, no Hospital de Trauma de João Pessoa; e um no Hospital de Trauma de Campina Grande.

O sonho da conquista de uma transplante se tornou realidade para 30 paraibanos no mês de janeiro. De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, a Secretaria de Saúde contabilizou 30 transplantes de órgãos, quantidade três vezes maior do que no mesmo período do ano passado. No total, foram 20 doações de córneas, cinco de rim, quatro de fígado e uma de coração. Atualmente, 622 pessoas estão na fila de espera e a perspectiva para este ano é zerar a fila de coração, fígado e córnea.

As doações se concentraram em duas grandes cidades paraibanas – foram seis doadores na capital, no Hospital de Trauma de João Pessoa; e um no Hospital de Trauma de Campina Grande. A faixa etária dos doadores varia entre 17 e 58 anos de idade e o sexo predominantemente masculino. 

“É um desempenho que a Paraíba nunca teve. Seguimos contando com o apoio dos paraibanos para manifestar em vida a seus familiares o desejo de realizar a doação de órgão”, ressaltou o secretário estadual da Saúde, Geraldo Medeiros.

“Somente a família tem o poder de autorizar a doação e, quando a família diz sim, a vida continua. A doação salva vidas”, pontuou a enfermeira e coordenadora de Ações Estratégicas da Central de Transplante da Paraíba, Rafaela Carvalho.

Doação de órgãos – Conscientizar a população sobre a doação de órgãos é fundamental para aumentar o número de doadores e promover a recuperação da saúde para as pessoas que estão aguardando esse gesto de solidariedade.

O doador deve ter entre dois e 80 anos de idade e não pode apresentar doença comprometedora do órgão ou tecido. Após o óbito, a família do doador informa ao hospital o desejo de doar ou entra em contato com a Central de Transplante. Vários órgãos podem ser doados: cartilagem, coração, córnea, fígado, intestino, medula óssea, ossos, pâncreas, pele, pulmão, rim e válvula.

A sede da Central de Transplantes da Paraíba funciona no prédio anexo ao Hospital de Trauma. Os telefones para entrar em contato são: (83) 3244-6192 (João Pessoa) e (83) 3310-9252 (Campina Grande).

Por ClickPB

  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Número de transplantes de órgãos em janeiro de 2021 triplica em relação ao mesmo período do ano passado na Paraíba Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco