Sancel
30.6.20

Apesar do fim da campanha de vacinação contra gripe, municípios paraibanos com doses sobrando devem continuar imunizando contra H1N1

Ministério da Saúde recomenda que vacina seja estendida ao público em geral. Foram vacinados na Paraíba 1.021.939 pessoas (94,17%).

Idosos vacinados via drive thru em Campina Grande; João Pessoa também realizou esse modelo. (Foto: Divulgação/Codecom CG)
A Campanha de Vacinação contra a Influenza termina nesta terça-feira (30), mas os municípios paraibanos que ainda estão com doses sobrando devem continuar imunizando a população. A partir de quarta-feira (01), o Ministério da Saúde recomendou aos estados e municípios a estenderem a vacinação à população em geral até quando durarem os estoques da vacina, excedentes da campanha. A medida tem como objetivo evitar o desperdício de doses nas localidades que não alcançaram a meta de imunização no público-alvo, que continua sendo prioritário.
Mesmo neste momento em que o mundo vive a pandemia causada pela Covid-19, com o isolamento social e o receio das famílias em ir aos postos de saúde, o Ministério da Saúde alerta que se manter imunizado é uma questão de proteção social. Além disso, a pasta tem orientado todas as equipes de saúde do país quanto às medidas de segurança para evitar infecções e realizar uma vacinação segura para a população e as equipes de saúde. Foram vacinados na Paraíba 1.021.939 pessoas, o que corresponde a 94,17%. Crianças, adultos (55 a 59 anos) e gestantes, ou seja, 77,51%, 77,68% e 76,50%, respectivamente, foram os que menos procuram os postos de vacinação. 
Em Campina Grande, 122 mil pessoas fazem parte dos grupos prioritários da campanha e a meta é vacinar 90% do público-alvo, o que significa 106.069 pessoas. Até esta segunda-feira, 29, a Secretaria Municipal de Saúde havia imunizado 102.687 pessoas. No total, já foram vacinados 91% do público, mas alguns grupos isoladamente ainda não alcançaram a meta, como crianças entre seis meses e menores de seis anos e gestantes. Os Centros de Saúde continuam imunizando as pessoas dos grupos prioritários que ainda não se vacinaram. Algumas Unidades Básicas de Saúde também seguem oferecendo o serviço enquanto durar o estoque de vacinas.
De acordo com a coordenadora Municipal de Imunização, Miralva Cruz, as crianças representam o maior grupo da campanha. “Os pais não estão levando os filhos às unidades para se vacinarem, e nós compreendemos que é pelo receio de infecção do novo coronavírus, assim como as gestantes também”, comentou.
A vacina da gripe, como é conhecida, protege de vários subtipos da Influenza, inclusive a H1N1. Ela não protege da Covid-19, mas imunizando das gripes tradicionais, ela fortalece o sistema imunológico e evita contrair a gripe, o que poderia fragilizar o sistema e ser uma porta de entrada para outros vírus.
Fazem parte dos grupos prioritários da campanha os idosos a partir de 60 anos, crianças entre seis meses e menores de seis anos, profissionais de saúde, doentes crônicos, professores, agentes de forças de segurança, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas, pessoas entre 55 e 59 anos, motoristas de transporte público e caminhoneiros e os detentos do sistema prisional. 
Por ClickPB
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Apesar do fim da campanha de vacinação contra gripe, municípios paraibanos com doses sobrando devem continuar imunizando contra H1N1 Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco