Sancel
2.12.19

Estresse faz o cabelo cair? Respondemos as dúvidas sobre o problema

Se você é time que já sofreu com estresse, sabe como ele pode afetar diretamente no corpo e mente. Com o tempo, aumenta a ansiedade, desânimo, irritação, angústia e mau humor. Isso acontece porque hoje vivemos um mundo corrido e com a impressão de que existem poucas horas para cumprir todos os compromissos. Algumas pessoas ainda sentem estresse durante o trabalho.
Além dos sintomas físicos, o estresse também pode causar uma acentuada queda de cabelo, pois ele influencia diretamente no ciclo de atividade dos folículos pilosos e acelera o processo de queda natural dos fios, causando o chamado eflúvio telógeno (condição em que o cabelo cai depois de um momento de estresse). 
Um estudo recente da Universidade Western Kentucky (EUA) concluiu que as mulheres que sofrem de estresse alto têm 11 vezes mais chances de sofrer queda de cabelo. Outra pesquisa relacionada ao tema, publicada no American Journal of Pathology (EUA), revelou que existem substâncias específicas no cérebro liberadas quando um indivíduo está sob estresse e que interrompem o crescimento dos fios. 
As 7 principais causas da queda de cabelo feminino
Quais são os sintomas?
Durante o processo da queda de cabelos, a pessoa tem dificuldades de notar o problema. Ela só percebe ao lavar ou escovar os cabelos, quando um grande número de fios caem do couro cabeludo que, com o tempo, passa a apresentar falhas e “buracos” visíveis. Mas o processo costuma ser gradual, ou seja, a queda acontece lentamente e é difícil de ser percebida com rapidez. 
Geralmente a queda de cabelo atinge mulheres na terceira idade, mas se for diagnosticada como um dos sintomas do estresse, a mulher pode começar a perder os fios bem antes – dos vinte aos trinta anos. Por isso, quanto mais situações estressantes a pessoa passar, maior e mais precoce será a queda capilar.
Como reverter a queda?
O primeiro passo é consultar um dermatologista para saber a real causa da queda de cabelo. Se o diagnóstico estiver ligado a sintomas de estresse, é preciso seguir as orientações médicas e, caso haja necessidade, adotar o uso de medicamentos para controlar o problema. 
Para ajudar no tratamento, evitar ainda mais a queda de cabelo e fortalecer os folículos dos dos fios é preciso apostar em produtos específicos que agem diretamente na queda e ajudam a engrossar os fios.
Uma das formas de diminuir a queda é investir em shampoos e condicionadores para o seu tipo de cabelo, pois eles contém fórmulas com ingredientes adequados para cada característica capilar.
Já existem inúmeras linhas que são feitas exclusivamente para cabelos que sofrem queda, são mais finos e ralos. Mas não esqueça que todos eles devem ser recomendados pelo seu dermatologista. 
Tratamentos indicados 
Existem tratamentos desenvolvidos exclusivamente para controlar os níveis de estresse. Dois exemplos são a Terapia Comportamental Cognitiva (TCC) e a Atenção Plena (método Mindfulness).
Essas opões de tratamento consistem em mudar alguns hábitos do dia a dia, como adotar uma alimentação saudável e equilibrada e fazer exercícios físicos regularmente, além de incentivar o paciente a praticar atividades que lhe tragam calma, prazer e satisfação pessoal. 
A boa notícia é que a queda de cabelo só fica mais acentuada nas situações de estado extremo de estresse e, felizmente, o problema pode ser revertido quando a mulher retoma sua rotina e passa a evitar ocasiões estressantes. 
Fortissima
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Estresse faz o cabelo cair? Respondemos as dúvidas sobre o problema Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco