Sancel
7.3.19

Desafio quaresmal: desapegue-se de 40 coisas em 40 dias

Enquanto se desprende de bens materiais em bom estado, você ainda ajuda quem de fato precisa!

A Igreja concede a indulgência plenária mediante diversas práticas de piedade que podem ser realizadas ao longo de todo o ano, mas que, na Quaresma, adquirem particular sentido penitencial e de reparação a Jesus pelos pecados da humanidade.

Requisitos gerais

Obviamente, a indulgência não decorre “automaticamente” da simples realização dessas práticas; é sempre necessário cumprir os requisitos ordinários básicos para a sua obtenção, que são os seguintes:
  1. A firme rejeição de todo pecado e afeto ao pecado, inclusive venial;
  2. A confissão sacramental, feita desde alguns dias antes até alguns dias depois de realizado o ato enriquecido de indulgência;
  3. A comunhão eucarística;
  4. A oração pelas intenções do Papa, podendo ser, por exemplo, um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

O que são as indulgências

As indulgências são uma realidade antiga na Igreja e, no decorrer dos séculos, chegaram a ser motivo de questionamentos e objeções – até porque houve momentos em que o clero de fato não soube tratá-las com o devido respeito ao seu real sentido de ser.
pe. Paulo Ricardo explica de modo bastante didático:
“Para que as pessoas entendam o que é indulgência é necessário entender antes o que é pena temporal. Quando vamos nos confessar, o sacerdote perdoa a pena eterna. Por causa dos nossos pecados, nós merecemos o inferno; então, o sacerdote perdoa os nossos pecados e com isso nós seremos salvos. Mas, ao mesmo tempo, o pecado tornou o nosso coração pior; o nosso coração não está pronto para entrar no céu. Se eu me confessar e morrer imediatamente após a confissão, estou salvo, mas não estou santo, porque ainda não amo a Deus de todo o coração, de toda alma e todo o entendimento. Então, a pessoa que morre nesta situação vai para o purgatório e, ali, purifica-se. A indulgência é a remissão desse tempo do purgatório. A absolvição sacramental livra a pessoa do inferno e a indulgência livra a pessoa do purgatório” (entrevista à Canção Nova em fevereiro de 2013).

4 práticas de piedade que podem nos conceder a indulgência plenária

A seguir apresentamos 4 práticas de piedade especialmente recomendadas na Quaresma e que são enriquecidas de indulgência plenária se o fiel cumprir os requisitos gerais expostos acima.

1 – VIA CRÚCIS

A Via Crúcis (do latim “Caminho da Cruz“), também conhecida no Brasil como Via Sacra (“Caminho Sagrado“), é um percurso meditativo em que o cristão repassa 14 momentos-chave da Paixão e Morte de Jesus, representados visualmente nas chamadas “estações”. Para obter a indulgência por meio da Via Crúcis, o fiel deve seguir as diretrizes do Enchiridion Indulgentiarum, o manual oficial da Igreja sobre as indulgências: ele estabelece requisitos como o de fazer a Via Crúcis diante de estações legitimamente erigidas, caminhando entre elas e fazendo leituras e meditações sobre os sofrimentos de Cristo. Esta indulgência pode ser obtida uma vez por dia.

2 – ROSÁRIO OU TERÇO

Enchiridion Indulgentiarum pede que o fiel o reze devotamente, sendo bastante generoso quanto aos locais possíveis: pode ser numa igreja ou oratório, em casa, em família, numa comunidade religiosa, numa reunião de fiéis, num encontro com finalidade honesta. A indulgência pode ser obtida também quando se acompanha a recitação do Rosário dirigida pelo Papa e transmitida por televisão, rádio ou internet. O fiel deve meditar devotamente os mistérios do Santo Rosário e cumprir as condições usais. Esta indulgência também pode ser obtida uma vez por dia.

3 – ADORAÇÃO EUCARÍSTICA

Cumpridas as condições gerais, os fiéis que adoram Jesus no Santíssimo Sacramento durante ao menos meia hora também podem ganhar a indulgência plenária.

4 – LEITURA OU AUDIÇÃO DA BÍBLIA

Sempre respeitadas as condições gerais para se ganhar uma indulgência, o Enchiridion Indulgentiarum explica:
“É concedida indulgência plenária ao fiel cristão que leia (ou escute) a Sagrada Escritura com a veneração devida à Palavra Divina, à maneira de leitura espiritual, pelo espaço de meia hora pelo menos”.

Alateia 
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Desafio quaresmal: desapegue-se de 40 coisas em 40 dias Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco