Sancel
13.12.18

Acusados de matar médico paraibano em PE são condenados a 27 e 24 anos de prisão

Artur Eugênio de Azevedo tinha 35 anos quando foi assassinado.

O corpo do médico Artur Eugênio foi encontrado morto em uma rodovia / Foto: Reprodução / Arquivo pessoal
Os dois homens acusados de assassinar o médico paraibano Artur Eugênio, em Pernambuco, foram condenados a 27 e 24 anos prisão. Já era madrugada desta quinta-feira (13) quando as sentenças foram conhecidas por parentes e familiares da vítima. Os são condenados são o médico Cláudio Amaro Gomes (27 anos) de reclusão e Jailson Duarte César (24 anos) – destes, 22 são de reclusão e dois de retenção, além de multa.
O crime aconteceu no ano de 2014. Artur Eugênio de Azevedo tinha 35 anos na época quando foi morto no dia 12 de maio do referido ano. O caso foi registrado no bairro de Comportas, em Jaboatão dos Guararapes.
Segundo o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o crime foi motivado por desentendimentos profissionais entre Cláudio Amaro Gomes e Artur.
Cláudio foi identificado como o mandante do crime. Na sentença, ele foi condenado por homicídio duplamente qualificado. Acrescenta a pena o motivo torpe, onde não houve possibilidade de defesa da vítima.
A defesa dos dois condenados recorreu das sentenças.
Portalt5
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Acusados de matar médico paraibano em PE são condenados a 27 e 24 anos de prisão Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco