Sancel
5.11.18

Médico morto em queda de avião era experiente e tinha hobby por voar, diz advogado da família

Marcos Nogueira, a mulher dele, Carla Giannine, e os três filhos moravam em Brasília e morreram em acidente com monomotor neste domingo.

Cinco pessoas de uma mesma família de Brasília morreram em um acidente com uma aeronave particular, em Patos de Minas (MG), na manhã deste domingo (4).
O piloto do monomotor, Marcos Nogueira Chagas, de 45 anos, e a mulher dele, Carla Giannine Pereira Medina, de 44, eram médicos radiologistas no Distrito Federal e tinham o costume de voar aos fins de semana, disse o advogado da família, Lucas Vianna, em entrevista ao G1.

“O Marcos era piloto hávia algum tempo. Ele morava com a esposa e os filhos em Brasília e gostava muito de viajar de avião com a família e os amigos durante as folgas.”

As outras vítimas do acidente são os três filhos do casal, de 7, 10 e 13 anos. O advogado Lucas Vianna contou que estava em uma fazenda, longe do centro de Brasília, mas quando soube da tragédia antecipou a volta para oferecer ajuda aos parentes das vítimas.
“A gente acabou se aproximando quando o Marcos virou cliente do meu escritório. Ele até chegou a me convidar para voar, mas nunca surgiu a oportunidade.”
Até a publicação desta reportagem, não havia informações sobre o horário e o local do enterro da família.
Aeronave regularizada
Pelo site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a reportagem confirmou que a aeronave de matrícula PR-ZMZ tinha a situação de aeronavegabilidade normal. Ela é da fabricante Flyer Industria Aeronáutica Ltda e foi feita em 2013. A categoria é experimental e está no nome de Marcos Nogueira Chagas.
Investigação
Equipes da Polícia Civil estiveram no local e auxiliaram nos trabalhos da perícia no resgate aos corpos. Ao G1, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou que equipes foram enviadas ao local para começar a apuração do caso.
Esta ação é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados como fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.
O piloto Edvar Marques da Costa estava no aeroporto na hora da queda. Ele disse que percebeu que a aeronave sobrevoava rápido e baixo. “A situação parecia de pânico. Vi a aeronave cruzando o aeródromo, acho que ele fez de tudo para retornar a pista. Pensei que ele iria contornar para pousar. Então ouvi o barulho da queda, infelizmente”, contou.
Fonte: G1
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Médico morto em queda de avião era experiente e tinha hobby por voar, diz advogado da família Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco