Sancel
30.11.18

Mais de 80 médicos na Paraíba deixaram PSFs para substituir cubanos no Mais Médicos

O secretário de saúde de Ingá afirmou que atuar no Programa Mais Médicos é mais vantajoso para os profissionais do que na atenção básica, devido à remuneração.

O levantamento está sendo feito pelos próprios secretários municipais de saúde paraibanos (Foto: Reprodução)
Desde o lançamento do edital de substituição dos médicos cubanos que deixaram o Programa Mais Médicos, as unidades básicas de família na Paraíba já perderam 83 médicos até esta sexta-feira (30). O levantamento está sendo feito pelos próprios secretários municipais de saúde paraibanos, que conhecem a movimentação dos profissionais nos Postos de Saúde da Família (PSFs).
“Médicos que saíram dos municípios e foram repor os cubanos. Na linguagem popular, cobriu um santo e descobriu o outro”, comentou em entrevista ao ClickPB James Araújo, secretário de saúde do município de Ingá.

James ainda afirmou que atuar no Programa Mais Médicos é mais vantajoso para os profissionais do que na atenção básica, devido à remuneração. Pelo Programa Mais Médicos, o médico recebe como remuneração líquida o valor de R$ 11.800. Já os municípios pagam como salário bruto aos profissionais cerca de R$ 10 mil, que após os descontos necessários, acaba em cerca de R$ 8 mil.
Além dos médicos perdidos para o Programa Mais Médicos, o secretário municipal de Ingá ainda ressalta que as equipes de saúde da família estão desfalcadas e o Ministério da Saúde não substituíram os profissionais. “Desde o mês de março estamos sem dois profissionais porque o Ministério da Saúde não fez a reposição”, reclamou o secretário.
ClickPB
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Mais de 80 médicos na Paraíba deixaram PSFs para substituir cubanos no Mais Médicos Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco