Sancel
7.9.18

Presidenciáveis cancelam agendas de campanha desta sexta

Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoêdo (Novo) e Marina Silva (Rede) suspenderam atividades eleitorais nesta sexta (7) por solidariedade ao candidato do PSL

Candidatos à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoêdo (Novo) e Marina Silva (Rede) cancelaram as agendas de campanha nesta sexta-feira (7), feriado da Independência, em solidariedade ao presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, que sofreu um atentado a faca nesta quinta (6) em Juiz de Fora, na zona da mata de Minas Gerais.
Ciro Gomes cancelou compromissos agendados para esta sexta-feira em São Luís, mas tem previsão de agenda no Ceará no final do dia.
O candidato a vice na chapa presidencial do PT, Fernando Haddad, também anunciou a suspensão das atividades de campanha neste feriado de 7 de Setembro por conta do ataque a Bolsonaro.
O ataque ao capitão do Exército durante um ato de campanha no interior de Minas Gerais foi repudiado pelos próprios adversários de Bolsonaro.
O atentado contra Bolsonaro ocorreu na tarde desta quinta-feira durante uma caminhada com apoiadores em uma das ruas do centro de Juiz de Fora enquanto ele era carregado nos ombros por um apoiador.
O suspeito de ser o responsável pela facada, Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, foi preso pela Polícia Militar de Minas Gerais após a ataque. A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o caso.
Após ser submetido a uma cirurgia na Santa Casa de Juiz de Fora, Jair Bolsonaro foi transferido na manhã desta sexta de avião para São Paulo. Ele pousou no aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e foi levado diretamente para o Hospital Albert Einstein, também na Zona Sul.
Bolsonaro não deverá receber alta hospitalar antes de “uma semana ou 10 dias”, disse em coletiva de imprensa na noite desta quinta o médico Luiz Henrique Borsato, da Santa Casa de Juiz de Fora, um dos profissionais que operaram o candidato do PSL. O médico ressaltou que o prazo é uma estimativa e que tudo dependerá da evolução do quadro de Bolsonaro.

Cancelamento das agendas

A agenda de Ciro Gomes previa agenda na noite desta quinta-feira a participação um ato político, em Natal, com o candidato do PDT ao governo do estado, Carlos Eduardo Alves. Por conta do atentado, ele decidiu cancelar a reunião.
Nesta sexta, o presidenciável pedetista tinha compromisso eleitoral agendado pela manhã em São Luís, porém, a atividade no Maranhão foi cancelada.
A assessoria de Ciro não informou se estão mantidas as agendas dele em Sobral e Massapê, no interior do Ceará, na noite desta sexta. A agenda do candidato do PDT prevê uma carreata partindo de Sobral às 18h40 e, posteriormente, um comício na Praça da Igreja Matriz de Massapê.
No caso de Geraldo Alckmin, a agenda do candidato previa uma visita, nesta sexta, à obra social Fazenda da Esperança, onde ele também concederia entrevista coletiva à imprensa.
“Em respeito ao deputado Jair Bolsonaro, que se recupera do atentado sofrido nesta quinta-feira (6), a campanha de Geraldo Alckmin suspendeu suas atividades nesta sexta-feira (7), adiando os compromissos previamente agendados”, informou a assessoria de Alckmin.
A assessoria de Guilherme Boulos também informou na noite desta quinta que a agenda dele prevista para esta sexta-feira foi suspensa.
Em nota, a assessoria de João Amôedo comunicou a imprensa de que as atividades agendadas para esse feriado estavam canceladas.
“Devido aos acontecimentos de hoje [quinta] e por solidariedade ao candidato Bolsonaro, nossas caminhadas e carreata previstas para amanhã estão suspensas”, escreveu a assessoria do candidato do Novo.
No caso de Marina Silva, a assessoria da candidata divulgou a seguinte nota: “Devido às circunstâncias excepcionais, Marina Silva não terá agenda nesta sexta-feira (07), até segunda ordem”.
Ex-ministro da Fazenda, o candidato do MDB ao Palácio do Planalto, Henrique Meirelles, não tinha compromissos previstos para essa sexta-feira.
Os presidenciáveis Cabo Daciolo (Patriota) e José Maria Eymael (DC) não divulgaram agendas.
A princípio, os compromissos eleitorais de Alvaro Dias (Podemos), João Goulart Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU) estão mantidos neste feriado de 7 de Setembro.
Alvaro Dias tem agenda em Presidente Prudente e Araçatuba, no interior de São Paulo. João Goulart Filho estará em São Paulo nesta sexta, e Vera Lúcia no Rio de Janeiro.
G1
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Presidenciáveis cancelam agendas de campanha desta sexta Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco