Sancel
3.9.18

Jornalistas da Reuters condenados a sete anos de prisão

Eles são acusados de "violar o segredo de Estado" após uma investigação

AFP / Ye Aung THU
Dois jornalistas da agência Reuters foram condenados a sete anos de prisão pela justiça birmanesa. Eles são acusados de "violar o segredo de Estado" após uma investigação sobre um massacre de rohingyas executado pelo exército de Mianmar.
"Como ambos violaram o segredo de Estado são condenados a sete anos de prisão cada um", afirmou o juiz Ye Lwin. Conforme a AFP, “o julgamento abala ainda mais a imagem da Prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi”.
"Seguimos pedindo a libertação", afirmou à AFP Knut Ostby, representante da ONU em Mianmar, pouco depois do anúncio do veredicto.
Ainda segundo a AFP, Wa Lone, 32 anos, e Kyaw Soe Oo, 28, estavam em prisão preventiva desde dezembro de 2017, e poderiam ser condenados a até 14 anos de prisão, após um julgamento muito polêmico em um país onde a independência do Judiciário é questionada.
"O governo pode nos prender, mas não tapar os olhos e os ouvidos do povo", gritou Kyaw Soe Oo aos jornalistas presentes no tribunal antes de ser levado para uma viatura policial.
A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) pediu a Suu Kyi a libertação dos dois jornalistas e afirmou que "o único crime deles foi ter realizado seu trabalho". Com informações da AFP.
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Jornalistas da Reuters condenados a sete anos de prisão Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco