Sancel
10.8.18

Pacientes com câncer devem ter mais cuidados com a saúde bucal

Especialista explica os impactos da quimioterapia e da radioterapia na saúde bucal e como minimizar os efeitos colaterais


Câncer é o nome dado a um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e desordenado de células em grande velocidade, invadindo tecidos e órgãos de forma agressiva e prejudicial ao organismo. Os tratamentos mais comuns para combater essas células cancerosas são a quimioterapia e a radioterapia.
Entretanto, essas medicações produzem efeitos colaterais por todo o organismo, inclusive na boca. Com o objetivo de esclarecer a relação entre os tratamentos contra o câncer e os problemas bucais, a dentista Isabella Mendes explica alguns aspectos importantes abaixo: 

Impactos da quimioterapia e radioterapia na saúde bucal 
Mais de um terço das pessoas em tratamento contra o câncer desenvolvem complicações que afetam a boca e diminuem a qualidade de vida do paciente.
Entre as complicações está a mucosite, feridas e aftas na boca que dificultam a higiene e a alimentação. Além de serem doloridas, representam uma porta de entrada para bactérias em um organismo já debilitado pelo tratamento oncológico. “A quimioterapia ainda provoca náuseas e vômitos na maioria dos pacientes, cujos ácidos estomacais podem causar danos irreversíveis no esmalte dos dentes”, informa. 

Segundo a especialista, a radioterapia tem ação mais local, com emissão da radiação apenas na região afetada pelo câncer, por isso possui menos efeitos colaterais. Mas, se o câncer for na região da cabeça e pescoço é possível que haja comprometimento das glândulas salivares, rouquidão, perda do paladar e xerostomia, conhecida como boca seca. 

“Obviamente cada organismo reage de uma forma, por isso cada paciente apresentará diferentes efeitos colaterais”, ressalta. Diminuição dos impactos de tratamentos oncológicos na saúde bucal De acordo com a dentista, a boca pode ser uma de porta de entrada de bactérias responsáveis por doenças e infecções. Como o sistema imunológico, que atua na defesa contra esses microrganismos, é enfraquecido pela radio e quimio, os pacientes com câncer ficam mais suscetíveis às essas bactérias.
“Tanto a quimioterapia como a radioterapia requerem acompanhamento odontológico, com um especialista. Ao consultar um dentista antes do início das sessões de quimio ou radio, ele poderá diagnosticar possíveis focos de infecção como cáries, gengivites e periodontites e indicar a melhor forma de controla-las em tempo hábil para início do tratamento oncológico”, argumenta. 

A dentista ainda ressalta que o profissional responsável pela saúde bucal pode receitar produtos repositores de saliva ou lubrificantes orais. “Em geral estes itens são capazes de manter a cavidade oral úmida e protegida dos ácidos, inclusive alguns possuem enzimas similares aos encontrados na saliva natural”, revela. 

“Os enxaguantes bucais, sem álcool, também são ótimos para combater fungos e bactérias causadores de infecções”, completa. “É essencial que o paciente procure orientação de um especialista ao detectar qualquer mudança na cavidade oral mesmo após o término do tratamento de quimio ou radio, para reestabelecer e manter a saúde bucal”, finaliza Isabella.
Fonte: Tamires SIlva/Assessora de Imprensa
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook
Item Reviewed: Pacientes com câncer devem ter mais cuidados com a saúde bucal Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco