Sancel
30.7.18

Casos de feminicídio caem no Estado da Paraíba, mas ainda preocupam

Apesar do número de feminicídios ter decaído na Paraíba nos últimos três anos, os índices ainda são preocupantes. Conforme o Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria da Segurança e Defesa Social (Sesds), os dados apontam que em 2015 foram assassinadas 111 mulheres, sendo 26 feminicídios; em 2016 foram 97 homicídios de mulheres sendo 24 feminicídios, enquanto que em 2017 foram 76 homicídios e 22 feminicídios. 
Cada vez mais, esse termo feminicídio ganha destaque no cenário nacional sendo ele empregado para designar o assassinato de uma mulher pelo simples fato de esta ser mulher. “O feminicídio tem duas situações. Uma é quando ela é decorrente da violência doméstica, sendo ele um homicídio qualificado com a vitima mulher, ou se for em condições de desprezo ao gênero feminino. Por isso, nós temos que entender que nem todo homicídio de mulher é feminicídio, pois existem algumas situações em que mulheres são assassinadas não pela questão da violência doméstica, mas sim por envolvimento com a criminalidade”, explica a sub-coordenadora das Delegacias da Mulher na Paraíba, delegada Renata Matias.
A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Coordenação das Delegacias de Atendimento à Mulher da Paraíba (Coordeam), localizada na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, tem realizado um extenso trabalho em defesa das mulheres. De janeiro a junho desse ano, de acordo com dados do Nace, foram mortas 46 mulheres no Estado.
Somente de janeiro até o último mês de maio, nas Delegacias da Mulher do Estado, foram instaurados 1.610 inquéritos policiais e 1.734 pedidos de medidas protetivas. Durante o ano passado, nas delegacias foram instaurados 4.118 inquéritos policiais e 5.301 pedidos de medidas protetivas; enquanto que em 2016 foram 3.961 inquéritos policiais e 4.544 pedidos de medidas protetivas.
A Paraíba possui 14 delegacias especializadas de atendimento à mulher. Elas estão localizadas nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Cajazeiras, Cabedelo, Guarabira, Bayeux, Patos, Santa Rita, Sousa, Picuí, Monteiro, Mamanguape e Queimadas. O trabalho do Coordeam é realizado em contato direto com as 14 delegacias especialziadas. “Fazemos capacitação com o pessoal sempre buscando um melhor atendimento às mulheres em situação de violência”, relata a delegada Renata Matias.
 PB Agora
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook
Item Reviewed: Casos de feminicídio caem no Estado da Paraíba, mas ainda preocupam Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco