Sancel
13.6.18

Xeque-Mate: TCE decide por ilegalidade em pagamento a políticos afastados de Cabedelo

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) se manifestou pela ilegalidade e consequente suspensão de pagamentos de remuneração a agentes políticos e servidores públicos afastados da Prefeitura e da Câmara de Cabedelo por decisão judicial, “salvo decisão de mesma esfera em sentido contrário”.
O entendimento deu-se em harmonia com o parecer do Ministério Público de Contas. Foi relator deste processo o conselheiro substituto Antonio Cláudio Silva Santos.
Conduzida pelo presidente André Carlo Torres Pontes, a sessão plenária teve as participações dos conselheiros Nominando Diniz, Fernando Catão e Marcos Costa. Também, as dos conselheiros substitutos Antonio Cláudio Silva Santos, Antonio Gomes Vieira Filho, Oscar Mamede e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público de Contas esteve representado pelo procurador geral Luciano Andrade Farias.
O prefeito afastado Leto Viana e os vereadores Jacqueline Franca, Lúcio José, Tércio Dornelas e Antônio Bezerra do Vale Filho foram presos na Operação Xeque-Mate deflagrada em abril pela Polícia Federal, em conjunto com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba que teve como objetivo desarticular um esquema de corrupção na administração pública no município.

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

PBAgora
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook
Item Reviewed: Xeque-Mate: TCE decide por ilegalidade em pagamento a políticos afastados de Cabedelo Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco