29.6.18

Justiça determina prisão preventiva para envolvidos na morte de empresário Arnóbio Nunes

Um dos suspeitos é o genro do empresário, que teria encomendado o homicídio, ocorrido em novembro de 2017.

Suspeitos de envolvimento no homicídio de Arnóbio Ferreira Nunes no momento em que foram presos                    Foto: Arquivo/Portal T5
A Justiça determinou nesta sexta-feira (29) a conversão de prisão temporária em prisão preventiva para três dos oito suspeitos de envolvimento na morte do empresário Arnóbio Ferreira Nunes, de 77 anos, que aconteceu em novembro do ano passado, em João Pessoa.
A decisão foi tomada pela juíza do 1º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa, Aylzia Fabiana Borges Carrilho, a pedido da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, que acompanhou o Ministério Público da Paraíba (MPPB).
Um dos suspeitos no homicídio, inclusive, é o genro de Arnóbio, Cícero Antônio, que teria arquitetado a execução para que ele pudesse controlar as negociações quanto a um inventário da partilha dos bens da família, cujo patrimônio está avaliado em R$ 70 milhões. Ele está incluído no trio que será preso preventivamente.
“A investigação aponta para Cícero Antônio como o mandante. Ele casou com a filha do empresário e ingressou na profissão, através do senhor Arnóbio, que o abraçou como se fosse um filho. Durante as investigações, ele acompanhou tudo e foi, inclusive, dando dicas para a polícia, tirando o foco da investigação de cima dele. Era a pessoa que estava à frente da família e tinha uma dívida muito extensa com a vítima. Era uma pessoa muito influente na família”, revelou à época da prisão o dele o delegado Aldroville Grisi, que revelou ainda que o crime encomendado teria custado em torno de R$ 130 mil.
Portal T5
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook
Item Reviewed: Justiça determina prisão preventiva para envolvidos na morte de empresário Arnóbio Nunes Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco