Sancel
22.5.18

Coronel comenta sobre crimes da “gangue da marcha à ré” e destaca ações da Polícia

Foto: reprodução;internet
O comandante do 10° Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande, coronel Cunha Rolim, comentou sobre a atuação da “gangue da marcha à ré” na cidade, que arrombou várias lojas nos últimos dias.
Em entrevista nesta terça-feira, 22, Cunha Rolim afirmou que a Polícia não denomina os crimes a uma gangue e sim como “ações da marcha à ré”, pois, segundo ele, são vários indivíduos realizando delitos semelhantes.
– Não é uma gangue. São vários indivíduos de vários bairros da cidade. Não há um conhecimento específico. Qualquer um pega um carro e coloca uma marcha à ré, basta saber dirigir. Desde o ano passado, a Polícia Militar realiza uma operação chama da ‘Cidade Segura, também chamada de ‘Madrugão’, onde todos os dias, além das guarnições do 10°BPM, temos recebido o apoio das unidades especializadas. No mês de abril um grupo foi flagrado na Maciel Pinheiro prontos e já manobrando para atacar uma loja. Foram presos e conduzidos para a delegacia. Todos os dias de madrugada temos essas operação atuando em Campina Grande. O que está acontecendo, na verdade, é muita ousadia por parte desses indivíduos, que se arriscam de maneira desesperada nesses furtos qualificados. Talvez pela proximidade do São João eles queiram se capitalizar para a festa junina. Mas, a polícia não retrocedeu em nenhum momento – frisou.
*Com informações da Correio FM. / Paraíba Online
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook
Item Reviewed: Coronel comenta sobre crimes da “gangue da marcha à ré” e destaca ações da Polícia Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco