Sancel
13.6.18

Estudo aponta a forma ‘correta’ de andar para que viva por mais tempo

O segredo está em encontrar a velocidade certa, que foi apontada como a mais indicada para o bem do coração

Caminhar com alguma rapidez, mas sem atingir a velocidade de trote é o passo mais indicado para a sua saúde que garante longevidade com qualidade de vida.

Quem o afirma é o cardiologista Valentín Fuster que garante que dar alguma velocidade aos seus passos é tão importante quanto garantir que não se canse muito. Uma caminhada – excelente exercício moderado por ativar a circulação sem por em causa os joelhos ou quadris – é mais que indicada a qualquer caso, mas deve ser feita de forma ligeira.
O principal motivo pelo qual muitos devem acelerar o passo (e outros devem abrandar, já que há espaço para caminhar e espaço para correr) prende-se com a saúde do coração. Emmanuel Stamatakis, autor de um estudo conduzido pela Universidade de Sidney e publicado no British Journal of Sports Medicine concorda com o cardiologista citado e especifica que a velocidade ideal situa-se entre os 5 e os 7 km por hora, o que equivale a 8,5 a 12 minutos por cada quilômetro percorrido.
A média apontada conta com um intervalo que tem em conta o estado físico de vários indivíduos com diferentes formas físicas, desde o atleta ao sedentário embora tenha em conta que, ao assumir esta velocidade, o indivíduo está dando o primeiro passo para uma vida mais ativa e saudável.
Notícias ao Minuto
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook
Item Reviewed: Estudo aponta a forma ‘correta’ de andar para que viva por mais tempo Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco